Campanha contra gripe começou sem vacina em postos de Porto Velho

Avalie essa página

A campanha nacional de vacinação contra a gripe, que iniciou ontem (15) em todo o país, ainda não chegou a todos os 19 postos de saúde na cidade de Porto Velho. Segundo a direção da Policlínica Rafael Vaz e Silva, até às 9h de ontem as doses ainda não haviam chegado até a unidade. A Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) disse que a distribuição das vacinas nos postos de atendimento começou a partir das 8h e que todas as unidades fariam atendimento da campanha ainda na segunda-feira.





A meta da capital é vacinar 80% das mais de 45,5 mil pessoas que fazem parte do público-alvo da campanha. A enfermeira Eliza Ferraz, do setor de imunização da Semusa explica que para não haver atraso na vacinação nos outros 14 postos de saúde das zonas rurais e distritos ribeirinhos do Rio Madeira, a distribuição das doses começou a ser realizada na quinta-feira (11).

Até o dia 26 de abril a campanha pretende imunizar gestantes, indígenas, presidiários, profissionais de saúde, pessoas com 60 anos ou mais e crianças de seis meses a dois anos. Doentes crônicos e mulheres no período de até 45 dias após o parto também devem receber  a vacina.

Roberta Ferreira procurou a policlínica para vacinar o filho recém-nascido e disse que foi informada sobre a campanha após entrar na sala de vacina. “Eu nem estava sabendo, mas as enfermeiras me avisaram e assim que eu puder eu volto de novo à unidade para tomar a minha dose”, diz Roberta.

Fonte: G1





Deixe seu comentário