Massacre de Mulheres de Montreal será tema de atividade dos 16 dias de Ativismo em Porto Velho

Avalie essa página

Como parte da programação dos 16 dias de ativismo, a Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (CMPPM) vai realizar na próxima sexta-feira (6), data marcada pelo Massacre de Mulheres de Montreal, uma ação de conscientização diretamente nas ruas de Porto Velho.





O Massacre da Escola Politécnica de Montreal ocorreu em 6 de dezembro de 1989, no Canadá. No total, 14 estudantes do sexo feminino morreram e 13 foram feridas. A campanha dos 16 dias de Ativismo é realizada em todo o mundo desde 1991. O calendário comemorativo começou no dia da Consciência Negra e termina no dia 10 de dezembro – Dia Internacional dos Direitos Humanos. No caso das mulheres, o foco é mostrar que a violência contra o público feminino é uma violação aos direitos humanos.

Pela manhã, a partir das 9:00 horas, equipes da CMPPM irão abordar motoristas e pedestres que passarem pelo cruzamento da Avenida Carlos Gomes com a Rua Brasília. “Vamos entregar um material explicativo, que busca orientar a todos os públicos sobre o combate a todas as formas de agressão. Para os homens em especial, serão distribuídos lacinhos brancos, uma forma de promover a prevenção, na tentativa de reduzir o número de famílias destruídas em função dos conflitos, resgatando valores”, explicou a coordenadora Antônia Ferreira.

Já a partir das 16 horas, a Defensoria Pública do Estado, órgão parceiro neste trabalho, vai estar no Espaço Alternativo, realizando a mesma ação.





Deixe seu comentário